18 de fev de 2014

PRESIDENTE DO BAIRRO DO TRIÂNGULO ACOMPANHA "INÍCIO" DO ANO LETIVO NAS ESCOLAS DO BAIRRO


No dia 17 de Fevereiro pela parte da tarde e na condição de Presidente da Associação de Moradores, fiz uma visita às escolas do Bairro Triângulo, com o intuito de acompanhar e averiguar junto aos gestores as perspectivas do início do ano letivo de 2014 para os nossos alunos.

O Bairro Triângulo é atendido por 03 escolas, que oferecem do ensino infantil ao fundamental e médio, sendo que duas delas, Escola Valdina Torquato e Donizete Mota são de responsabilidade do município e apenas uma sob a tutela do Estado, a Escola Tupanir Gaudêncio que atende em média 600 alunos.

Em relação às escolas da rede municipal, infelizmente ficou constatado que o ano letivo não começou por falta de servidores de apoio para compor o quadro necessário às atividades. Na Escola Valdina Torquato, além da falta de servidores, falta de tudo, a estrutura do prédio se encontra em condições precárias. A escola disponibiliza de apenas 04 salas de aula, e segundo informações do gestor Walter Júnior é necessário ocupar mais 02 salas em outra escola e mais 01 sala num outro local particular para atender a demanda de alunos.

Desde o ano passado foi noticiado pela atual administração municipal uma reforma na Escola Valdina Torquato, que a meu ver, não passou de mais uma promessa não cumprida do atual governo. A situação é crítica, e nossas crianças merecem mais atenção do poder público.

Já na Escola Estadual Tupanir Gaudêncio, o ano letivo começou dentro da normalidade, conforme informou a gestora Raimunda Rocha, que com esforço conseguiu formar o corpo docente e servidores de apoio para que tudo ocorresse normalmente no início das aulas.

Outra preocupação, foi a questão da merenda escolar. Estive em visita ao Coordenador Municipal da Merenda Escolar, Maurício Costa, para averiguar a distribuição da merenda às nossas escolas, o que contatei estar tudo a contento. Maurício nos informou que todas as escolas já estão sendo devidamente abastecidas pela merenda escolar, e isso nos deixou mais aliviado.

Por último, me dirigi até a Secretaria Municipal de Educação, no intuito de averiguar junto ao Secretário Edmundo Maciel sobre o início das aulas na rede municipal e a falta de servidores de apoio para atender a demanda necessária ao quadro do município. Infelizmente, devido o secretário estar reunido com os gestores das escolas para definir o mesmo assunto, não foi possível a conversa com o secretário naquele momento.

O que me despertou certa atenção, foi o fato de ao chegar na Secretaria Municipal de Educação encontrar dezenas de pessoas em busca dos serviços provisórios para preencher o quadro dos servidores de apoio nas escolas. Ficou claro, que tem pessoas disponíveis para o trabalho, e diante da situação emergencial fica o poder público incumbido de encontrar a solução mais viável possível para não prejudicar ainda mais o início do ano letivo.

Espero que a gestão municipal encontre a solução o mais breve, e diante mão me predisponho a acompanhar de perto essa situação e contribuir no que necessário for ao bom desempenho das atividades escolares e sociais do nosso povo.

Fonte: Blog do Gilson Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário